'Guerra das maquininhas' ajuda empreendedores

No ano passado, em torno de 40% do consumo dos brasileiros foi feito por meio dos cartões

Estabelecimento: Empresa interessada em vender ou prestar serviço recebendo o pagamento feito pelos seus clientes através do cartão de crédito.

O avanço da tecnologia, a concorrência acirrada e a facilidade no recebimento são os responsáveis pelo crescimento da adesáo dos empreendedores às máquinas de cartão. Observa-se que, hoje, há novos players no mercado, como as fintechs – startups que criam inovações no setor de serviços financeiros. “Há alguns anos, duas empresas dominavam o mercado de cartões”, diz.

O diretor executivo da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), Ricardo Vieira, afirma que o fim da exclusividade no uso das máquinas de cartão foi um marco para o setor e contribuiu para a pulverização do acesso. Até 2010, somente as maquininhas da Visanet (que mudou de nome para Cielo) aceitavam cartões com a bandeira Visa, enquanto a bandeira Mastercard era exclusividade das maquininhas da Redecard (hoje apenas Rede).

Para a consultora de canais da fintech de pagamentos online Vindi, Érica Lopes, as startups ajudaram na disseminação do acesso aos cartões, já que tornaram os custos mais acessíveis. Hoje, é possível comprar máquina de cartão por 12 parcelas de R$ 9,90.

Gostou dessas dicas? Quer saber mais sobre como controlar as suas vendas com cartões de crédito, débito e vouchers? Dá uma olhada nesse artigo aqui: Confira 4 benefícios da conciliação de recebíveis

Mas se quer saber como você vai deixar de perder dinheiro você tem que saber como o Evencard pode solucionar o a sua conciliação de cartões e acabar com as perdas por falta de controle, dá uma olhada no nosso site aqui.